Aprendiz ou Estagiário: Conheça as vantagens de cada um e saiba qual é a melhor opção para estudantes

É comum que haja bastante indecisão sobre o primeiro emprego, principalmente para quem estuda, e dois caminhos poderão ser seguidos: ser jovem aprendiz ou trabalhar como estagiário.

De forma geral, dificilmente, quem está procurando pelo primeiro emprego consegue atender o pré-requisito de ter experiência, esse é o maior problema de quem está começando a carreira.

Justamente por isso, é importante entender tudo sobre ser jovem aprendiz ou estagiário, já que essa é a solução para quem não tem nenhuma experiência trabalhando.

Tanto o estágio, como o programa jovem aprendiz 2021 são maneiras de começar uma excelente trajetória no setor corporativo.

Quer entender melhor sobre esse assunto, não é mesmo? Continue acompanhando esse artigo com bastante atenção e saiba qual é a melhor opção para os estudantes.

Boa leitura!

Afinal, qual é a diferença entre o estagiário e o jovem aprendiz? Descubra!

É importante entender que o estagiário se diferencia bastante do jovem aprendiz e que sua principal similaridade é o fato de serem formas de trabalho excelentes para contar como primeira experiência.

O estagiário, segundo o que é proposto em lei, é a pessoa contratada para receber aprendizado que foca em sua área de estudo, naquilo que ele está cursando.

Ou seja, o estágio é para que o estudante consiga aprender mais sobre seu setor além da teoria.

Também é uma maneira de aproximar o contratado com possibilidades de atuações após concluir o curso.

Já o jovem aprendiz é um papel muito diferente do estagiário, desde a sua contratação.

De forma geral, o contrato desse estudante se dá em regime CLT, se trata de um contrato comum, cuja remuneração se baseia no salário mínimo.

Além disso, o estudante conta com diversos benefícios, como FGTS, férias, etc.

É importante entender também que o jovem aprendiz está tendo formação básica em alguma área, enquanto ele tem sua formação teórica em uma instituição de ensino, o seu aprendizado prático é dentro da empresa que o contratou.

Ser jovem aprendiz ou estagiário? Qual é a melhor opção? Entenda!

Não há dúvidas de que há vantagens nos dois modelos de trabalho, contudo, nem todo estudante pode ser jovem aprendiz, assim como o estágio não é uma opção para todo estudante.

De modo geral, o estagiário está trabalhando para que seja possível enriquecer o seu currículo como profissional, ou seja, é uma função que, na maioria das vezes, agrega valor nesse aspecto.

Já a pessoa que opta por ser jovem aprendiz está trabalhando para conseguir aprender sobre uma profissão específica, essa pessoa estuda a teoria, assim como, também, exerce a prática dentro de uma empresa.

Saiba que para decidir qual é a melhor forma de trabalhar, o estudante deve entender as principais diferenças, confira algumas delas abaixo:

Vantagens: estagiário x jovem aprendiz!

Veja só quais são as principais vantagens de cada modelo de trabalho e entenda qual é a melhor opção para você seguir.

Vantagem #1: Renda financeira

O jovem aprendiz irá trabalhar seguindo as regras estabelecidas pela Carteira de Trabalho, como já mencionado previamente, portanto, esse profissional tem direito em receber o salário e outros benefícios.

Do outro lado, o estagiário possui um contrato próprio, que poderá ou não oferecer alguma bolsa de auxílio e benefício, isso irá variar de uma empresa para outra.

Vantagem #2: Férias

As duas formas de trabalho oferecem férias, menos quando o estágio é obrigatório, quando a empresa que contrata não possui a obrigação de pagar alguma bolsa auxílio.

Vantagem #3: Faixa etária

Estudantes entre 14 e 24 anos poderão ser jovens aprendizes, nesse cenário, há exceção apenas para pessoas com deficiência, em casos como esse não há limite.

Já para quem deseja fazer estágio, é necessário que a pessoa tenha 16 ou mais, porém, não há nenhuma idade máxima, logo, uma pessoa com mais de 24 anos, que esteja em curso superior, poderá fazer estágio.

Vantagem #4: Tempo de contrato

Quem estiver estagiando não pode ter contrato de mais de 2 anos de trabalho, caso esse prazo seja estendido, a empresa deverá realizar a mudança no modelo de trabalho para CLT.

Já o jovem aprendiz tem o prazo máximo de 2 anos.

Vantagem #5: Horas trabalhadas

O estagiário não pode trabalhar mais de 6 horas diárias, enquanto que o jovem aprendiz pode trabalhar de 6 a 8 horas por dia.

Agora é com você!

Entendeu tudo sobre o jovem aprendiz e o estagiário? Decida e busque pela oportunidade que atenda a sua necessidade como profissional, afinal, quem vai aproveitar os benefícios e você.

Gostou do artigo? Compartilhe-o em redes sociais e saiba mais sobre o Jovem Aprendiz 2021!

Instagram