Aplicativo apoia produtores de café na Colômbia

Graças à tecnologia, os pequenos produtores de café da Colômbia ganharam um incentivo para aumentar sua renda e continuar a produzir uma das melhores bebidas do mundo. Foi lançado mundialmente, no final de agosto, um aplicativo que apoia os cafeicultores do país no momento em que o café é consumido.

Denominado “Tip”, a plataforma tem duas aplicações: Uma é exibida em iPads nas cafeterias e em outros locais estratégicos, permitindo que quando a bebida é comprada uma gorjeta seja destinada aos  trabalhadores de onde o café originou. A outra plataforma está disponível em smartphones e permite que os consumidores avaliem o fornecedor agrícola e também contribuam com um valor para um fundo geral.

A ideia partiu de Crawford Hawkins, um ex-gerente de fundos de investimento dos Estados Unidos que, após passar uma temporada trabalhando em fazenda de café na Colômbia, decidiu ajudar os produtores com essa iniciativa sem fins lucrativos. Ele espera que o “Tip” ajude a aliviar as dificuldades dos cafeicultores e incentive os consumidores a investir no futuro da colheita do café.Segundo o fundador da plataforma, os valores arrecadados são administrados pelo fundo de pensão estatal da Colômbia e serão uma garantia de melhor remuneração para agricultores e coletores de café, quando os grandes compradores se recusem a pagar mais pela safra. “No momento, o sistema está completamente deformado em favor da Nespresso e da Illy e das grandes torrefadoras”, explicou Hawkins.

“Este é provavelmente o ambiente perfeito para eles fazerem negócios e, no entanto, estão fazendo o mínimo para dizer que se importam com os agricultores”, completou. Pelo aplicativo “Tip” também será possível que os usuários configurem doações recorrentes e recebam atualizações de notícias diretas dos agricultores.”A culpa às vezes é um motivador muito bom”, disse Hawkins. “Você ama seu café especial, mas está em risco e o agricultor que o produz está em risco. Você pode fazer algo a respeito.” Ao acessar a plataforma os fãs da bebida têm a chance de conhecer o trabalho árduo dos cafeicultores para chegar às safras especiais e oferecer o melhor que a sua terra produz.

Hawkins pretende expandir a iniciativa para academias e espaços de trabalho conjuntos, atingindo até mil locais no primeiro ano de operação da plataforma. A intenção é obter o maior impacto positivo possível para os cafeicultores colombianos.