Apas: supermercados de SP acumulam alta de 7,4% nas vendas em 2020

Em maio de 2020, o número de vendas foi 12,3% maior que 2019

O faturamento real dos supermercados no estado de São Paulo, no conceito de mesmas lojas – que considera as unidades em operação no tempo mínimo de 12 meses – acumulou 7,35% de aumento. Nas vendas de maio, comparando os anos, 2020 segue 12,3% maior que 2019. O dado da Associação Paulista de Supermercado (APAS) mostra a importância do setor, que desde o início da pandemia está aberto por ser considerado um serviço essencial desde 2017 pelo governo federal. Os números já registravam aumentos desde fevereiro, destaca o presidente da APAS, Ronaldo dos Santos.

Supermercados

“Sem dúvida, o cenário da pandemia fez com que os supermercados recebessem o contingenciamento de gasto pelas famílias em bares, restaurantes e shoppings. Porém, a partir do próximo mês devemos notar uma queda devido à reabertura do comércio”, explica Santos.

O presidente destaca ainda que, apesar de uma inflação nos preços de 0,67% em maio/20, o volume de unidades vendidas aumentou 8,89% se comparado ao mesmo mês do ano anterior.

Analisando o comparativo do mês de maio entre anos e o acumulado de 2020, o interior registrou um índice de vendas superior ao Estado e à Grande SP. Destaque para a região de Campinas e Sorocaba que lidera no acumulado, com 13,9%. O menor resultado ficou com a região de Bauru e Marília.

Associação Paulista de Supermercados

 APAS – a Associação Paulista de Supermercados representa o setor supermercadista no Estado de São Paulo e busca integrar toda a cadeia de abastecimento. A entidade tem aproximadamente 1.500 associados, que somam cerca de 4.000 lojas.

Imagem de Squirrel_photos por Pixabay 

Instagram