Alunos da Esfera, de São José dos Campos, representam o Brasil em Olimpíada Internacional no Japão e trazem medalhas para o país

Estudantes foram os únicos representantes do Vale do Paraíba na delegação brasileira que reuniu em torno de 50 alunos. Vitória e Lucas, de 12 e 13 anos, trouxeram medalhas de bronze das Olimpíadas de matemática

Quatro alunos da Esfera, escola brasileira, bilíngue e internacional de referência do Grupo SEB, baseada em São José dos Campos, participaram junto a estudantes de outras oito instituições brasileiras, da delegação do Brasil na competição World Mathematics Invitational 2019 (WMI), que aconteceu em Fukuoka, no Japão, de 15 a 19 de julho. Dois deles, Lucas e Vitória, de 13 e 12 anos respectivamente, trouxeram medalhas de bronze para o Brasil.

O convite, feito pela Rede POC (Rede do Programa de Olimpíadas de Conhecimento), a secretaria regional no Brasil da WMI (World Mathematics Invitational Organizing Committee), veio como resultado do excelente desempenho dos estudantes na Olimpíada Internacional Matemática Sem Fronteiras (OIMSF), realizada em abril. Em outros projetos acadêmicos, a instituição educacional também leva os estudantes para intercâmbios no Canadá e Inglaterra. Esta, porém, foi a primeira viagem para uma Olimpíada Internacional. 

“Além de desenvolver habilidades em disciplinas específicas, uma competição internacional possibilita a ampliação de vivências interculturais e o desenvolvimento de habilidades para a vida. Encorajamos oportunidades como essa, pois consideramos essencial que nossos alunos possam ampliar suas vivências em situações que os ajudem a conhecer mais de si mesmos e do mundo”, explica Susan Clemesha, Coordenadora Pedagógica da escola Esfera. 

Além da OIMSF, os alunos da escola internacional do Grupo SEB participam anualmente da Olimpíada Canguru de Matemática, da Olimpíada Brasileira de Astronomia, da Olimpíada Brasileira de Robótica e da Olimpíada Brasileira de Escolas Públicas, aberta este ano para centros particulares. 

Para se preparar para esta competição no Japão, os alunos receberam orientações especiais e aulas adicionais de matemática. A Olimpíada tem o objetivo de provocar interações entre os jovens de diferentes países e estimular o interesse pela disciplina. 

“Nossos alunos passaram por vários desafios, como um voo de 31 horas, sem a família para um país de cultura e língua muito diferentes.  Dois professores, Renata Leão e Elton Alysson de Andrade Oliveira viajaram com os alunos para que tivessem a segurança e o apoio necessários. Eles demonstraram coragem e garra para competir ao lado de outros jovens talentosos”, conta Clemesha. 

Organizada com o objetivo de promover o interesse pela disciplina de matemática, a World Mathematics Invitational é promovida desde 2013 com a participação anual de mais de 13 países, sendo uma iniciativa da Asian Math Sci League, Thai Talent Training Malaysia Mathematics Society e Edukultur Indonésia.

Em 2019, os países participantes foram Austrália, Brasil, Bulgária, Cambodja, Cazaquistão, China, Cingapura, Coreia do Sul, Estados Unidos da América, Filipinas, Hong Kong, Índia, Indonésia, Irã, Japão, Laos, Macau, Malásia, Myanmar, Nigéria, Tailândia, Taiwan, Turquia e Vietnam. 

Sobre

Esfera

Fundada em 2004 na cidade de São José dos Campos, no Vale do Paraíba Paulista, a Esfera é uma escola de referência no aprendizado de educação bilíngue e internacional. Com turmas de educação infantil até o ensino fundamental II, a instituição valoriza o multiculturalismo, segue o currículo escolar nacional e possui a certificação internacional IB (International Baccalaureate). Pertencente ao Grupo SEB desde 2015, a Esfera originou o desenvolvimento da rede Sphere, única franquia brasileira internacional e bilíngue. 

Foto:Divulgação