5 destinos para quem ama uma aventura radical na natureza

Destinos nos quatro cantos do Brasil permitem a prática de rafting, windsurf, mergulho e muitas outras práticas esportivas.

Muita gente gosta de viajar para conhecer um lugar novo, passar mais tempo com a família e descansar da rotina de trabalho ou do estudo. No entanto, outras pessoas preparam suas viagens para praticar esportes radicais e conseguir emoções e adrenalina de forma intensa.

Felizmente para esse público, o Brasil conta com diversos pontos turísticos capazes de atender essa demanda e proporcionar passeios incríveis. Nesses locais, é possível praticar esportes como paraquedismo, mergulho e sandboard, para citar alguns exemplos.

Você tem vontade de fazer esse tipo de viagem? Então, conheça abaixo alguns dos destinos que conciliam esportes radicais com o contato com a natureza.

Brotas, SP

Já pensou em praticar rafting? Esse esporte promete muita emoção e adrenalina ao desafiar as pessoas a desbravarem corredeiras de rios a bordo de um bote. Ele é praticado em equipe, por isso, é uma boa escolha para quem quer viver uma aventura radical na companhia da família.

A cidade de Brotas, em São Paulo, é o destino ideal para quem quer ter um gostinho dessa aventura. O esporte é praticado nas águas do rio Jacaré Pepira. Existem passeios propícios para crianças e adultos, com dificuldades variadas – e tudo, claro, com a devida segurança. A cidade ainda conta com passeios para tirolesa e rapel.

Vila de Jericoacoara, CE

Localizada a cerca de 300 km de Fortaleza, capital do Ceará, a vila de Jericoacoara é um dos principais pontos turísticos para quem curte viagens radicais. Ela é um verdadeiro paraíso para quem gosta de praticar kite e windsurf, uma vez que os ventos da região favorecem a prática desses esportes.

Para quem não tem ou tem pouca experiência na prática dessas atividades, a Praia do Preá é ideal para dar os primeiros passos, por contar com ventos mais fracos. Já para os mais experientes, a recomendação é visitar a Lagoa de Jijoca.

Existem mais motivos que valem a pena uma viagem até o local. A paisagem é bela e as dunas em torno da vila permitem a prática do sandboard – sim, um “esqui” na areia.

Boituva, SP

Se você não tem medo de alturas, uma ida a Boituva, no estado de São Paulo, é o que você procura. Por lá, fica o maior centro de paraquedismo da América Latina, uma prática perfeita para quem é ousado e deseja emoção correndo pelas veias.

Equipado com material, instrutores e aeronaves, o visitante pode saltar sozinho ou em grupo em alturas que superam 3,8 mil metros. A queda livre pode proporcionar uma velocidade de até 200 km/h! O turista ainda tem a chance de registrar o salto com fotos e vídeos gravados em câmeras acopladas nos capacetes que acompanham os equipamentos.

Fernando de Noronha, PE

Um clássico destino dos brasileiros, a ilha de Fernando de Noronha encanta não apenas por suas belezas naturais. Por lá, é possível fazer um mergulho pelas águas da região, um passeio imperdível que coloca você em contato com a natureza e a riqueza da diversidade marinha do local.

A temperatura das águas é agradável para a prática da atividade (em torno de 28 °C) e por serem límpidas, permitem uma visibilidade de até 50 m de profundidade. Os cursos de mergulho existentes permitem que você aprenda a realizar a prática corretamente e garantem uma experiência inesquecível.

Chapada Diamantina, BA

Com uma área de 70 mil km², a Chapada Diamantina é um dos principais destinos de ecoturismo do Brasil. Ela proporciona passeios incríveis por cavernas, grutas, desfiladeiros e montanhas, além de atrações indispensáveis como a cachoeira da Fumaça, com 400 metros de altura.

Além da possibilidade de fazer trilhas e conhecer melhor o lugar, outra prática esportiva radical que pode ser feita é o cave jump. Ele tem a mesma premissa do bungee jumping, mas aqui, a pessoa pula para dentro de uma caverna, com o devido equipamento de segurança, é claro.

Instagram