3 alimentos que dão energia para se exercitar

Alimentação pré-treino é fundamental para garantir maior rendimento durante a prática de exercícios

Obter resultados com atividades físicas nem sempre é uma tarefa fácil, visto que isto pode depender de diversos fatores além da prática de exercícios em si. Para atingir os objetivos com os exercícios, sejam eles aeróbicos ou de musculação, é fundamental também dar atenção especial à alimentação. 

A alimentação pré-treino é ideal para prover a energia necessária que o corpo precisa para desempenhar uma boa performance durante a execução das atividades. No entanto, as refeições principais já garantem a energia para a prática de treinos curtos, leves e que não exijam muito esforço, como uma hora na esteira. Os pré-treinos são recomendados para atividades que exijam mais resistência e levem mais tempo de prática.

Para garantir que comece o treino com rendimento suficiente para obter bons resultados, listamos três alimentos que são fontes de energia.

Aveia

Com qualidade superior a de outros cereais, a aveia é uma excelente fonte de energia, com carboidratos totais que variam entre 60,4% e 71,3%. Além disso, possui grande concentração de ácido glutâmico no grão e é rica em vitaminas, como complexo B e E, e minerais, como manganês, cálcio, ferro, fósforo, magnésio e zinco. 

Beterraba

A beterraba também é rica em carboidratos, trazendo mais energia ao corpo. Também é fonte de vitamina C, potássio, ferro, fibras, sódio, magnésio, nitrato e pigmento betaína. Com todos esses nutrientes, a beterraba possui função antioxidante e anti-inflamatória. 

Segundo estudos, o suco de beterraba possui efeito na melhora de desempenho em exercícios de média a longa duração, especialmente corridas longas. 

Maca peruana

Considerada um superalimento, a maca peruana possui poucas calorias, favorece o emagrecimento e age contra o envelhecimento precoce. É rica em fibras, cálcio, ferro, ômegas 3 e 9, potássio, zinco e aminoácidos, além de vitaminas C, E e do complexo B. Com benefícios também para atuar como pré-treino, é uma excelente fonte de energia, pois possui 59% de carboidratos. 

O recomendado é consumir esses alimentos cerca de uma ou duas horas antes de começar as atividades físicas. Com esse tempo, o organismo pode quebrar o carboidrato e garantir a glicemia estável durante todo o treino. 

O que evitar?

Em contrapartida, existem alguns alimentos que não são recomendados como pré-treino, podendo causar efeito contrário e não trazendo a energia necessária para os exercícios. A carne vermelha, por exemplo, é uma fonte de proteína de absorção lenta e possui mais gordura em sua composição, podendo atrapalhar o rendimento. 

As oleaginosas, embora práticas para comer, também não são as mais indicadas. Elas são fontes de proteína e lipídio, possuindo pouco carboidrato em sua composição.

Foto: Divulgação

Instagram