1º SIMPÓSIO DE PROMOÇÃO DE MECANISMOS DE FOMENTO PARA O DESENVOLVIMENTO AEROESPACIAL

O Parque Tecnológico São José dos Campos realiza o 1º Simpósio de Promoção de Mecanismos de Fomento para o Desenvolvimento Aeroespacial, por meio do Cluster Aeroespacial Brasileiro, em parceria com Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

O evento ocorre no hall de eventos do PqTec, nos dias 13 e 14 de junho.

O Simpósio terá apresentações de representantes de instituições como BNDES, Finep, Fapesp, Embrapii, Apex-Brasil, ABDI, Anac, IFI, Senai, além de secretarias do MCTIC e do Ministério da Defesa (MD) e de fundos de investimento privados. Empresas de alta tecnologia do setor aeroespacial também marcam presença na programação.

O objetivo do evento é o de aproximar os mecanismos de fomento das empresas aeroespaciais e dos pesquisadores e atualizar autoridades governamentais sobre as ferramentas disponíveis. Por esse motivo, além das apresentações das instituições, foram planejadas mesas redondas para identificação das necessidades dos membros setor aeroespacial.

 “MCTIC e Parque Tecnológico têm como foco aglutinar os principais atores da governança que promovem os investimentos na cadeia aeroespacial, seja para ampliação, modernização ou pesquisa, desenvolvimento e inovação”, explica Marcelo Nunes, coordenador do Cluster Aeroespacial Brasileiro.

Para o dia 13, estão programadas apresentações dos órgãos governamentais e fundos privados e debates entre os palestrantes e os representantes das empresas.

No dia 14, estão previstas rodadas de negócios, por meio das quais as empresas poderão contatar diretamente as instituições governamentais bem como os fundos privados. Simultaneamente, ocorrerão apresentações das empresas para o público presente, de forma a promover uma atualização sobre os produtos, perspectivas, visão de futuro e desafios das empresas do setor.

 “Vamos apresentar o alto grau de competências que temos no país e na região de São José dos Campos, de forma a consolidar o posicionamento da cadeia aeroespacial como um Cluster preparado para atuar no mercado global”, acrescenta Nunes.

Durante o evento, representantes das indústrias conseguirão entender melhor os mecanismos de fomento para que possam manter-se na corrida pelo domínio tecnológico e geração de produtos de alto valor agregado, que contribuam tanto para a economia do país diretamente, quanto por meio dos spillovers para outros setores industriais, como o automotivo e o de petróleo.

As inscrições são limitadas. Mais informações e inscrições neste link