1º Encontro de Robótica Educacional apresenta resultados de projeto de alunos e professores da rede municipal de Guará

Para celebrar e compartilhar os avanços em projetos desenvolvidos com professores e com alunos da rede de ensino municipal de Guaratinguetá, a  Instituição Rever Juntos, com a parceria da BASF e da Universidade Estadual Paulista (Unesp) realizam hoje (24) o evento 1º Encontro de Robótica Educacional 4.0. Entre 9h e 16h30, serão realizadas palestras, oficinas e exposição das atividades e projetos elaborados pelos participantes do projeto no prédio da Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá (Unesp).

1º Encontro de Robótica Educacional 4.0

Um dos trabalhos feitos pelos 80 alunos e 20 professores das escolas públicas foi automatização de uma casa com controle remoto por site ou aplicativo. Por meio do programa, é possível medir a umidade de um ambiente, ligar e desligar as luzes, entre outros comandos programados pelos alunos. Além disso, os estudantes criaram por meio de uma plataforma eletrônica de hardware, o Arduino, um braço robótico e um carrinho automático.  

Para dar o suporte necessário, foi distribuído pela Rever um material didático-pedagógico com indicações de metodologias ativas, para dar suporte aos alunos e aos professores no desenvolvimento de seus projetos de ensino mensalmente. O incentivo esteve focado em oficinas e orientações para elaboração de projetos nas áreas vinculadas ao conceito da Indústria 4.0.

Os estudantes foram capacitados para realizar a organização de tarefas e pensamentos, de modo a resolverem problemas que envolvam raciocínio lógico, desde o planejamento da atividade até a execução da montagem do hardware e a programação da lógica, principalmente nas áreas de eficiência energética e no uso racional de energia elétrica, de integração dos mecanismos automáticos, de instrumentação e de controle básico.

Até agora foram promovidos 50 encontros nas escolas Ernesto Quissak e José Pereira Éboli para 40 alunos e oito encontros para professores, executando atividades práticas e teóricas. Além disso, foi implementado um Clube de Robótica na escola Quissak, visando desenvolver o protagonismo juvenil e a sustentabilidade do projeto.

Para a professora Paula Soares, coordenadora do projeto, os aprendizados foram múltiplos. ʺAlém do conhecimento técnico, o Robótica Educacional 4.0 prepara os alunos e professores para solucionarem problemas do mundo real, de forma colaborativa e inovadora para a sua comunidadeʺ, comenta.

De acordo com Ivania Palmeira, consultora de Sustentabilidade e Engajamento Social da BASF, o apoio da companhia ao projeto em Guaratinguetá faz parte da estratégia de engajamento social da companhia. ʺPrevemos ampliar o impacto positivo ao conectar a resolução de desafios sociais à estratégia de negócio. Estamos baseados em dois pilares: valor compartilhado, para contribuir com o desenvolvimento socioambiental e, ao mesmo tempo, realizar negócios rentáveis; e cidadania corporativa, a fim de participar do desenvolvimento social das comunidades em que a companhia está presenteʺ, explica.

Até o momento, a iniciativa de apoio a projetos já beneficiou 413 mil pessoas de 2016 a 2018 na América do Sul.

BASF

Na BASF criamos química para um futuro sustentável. Nós combinamos o sucesso econômico com proteção ambiental e responsabilidade social. O Grupo BASF conta com aproximadamente 122 mil colaboradores que trabalham para contribuir com o sucesso de nossos clientes em quase todos os setores e países do mundo. Nosso portfólio é organizado em 6 segmentos: Químicos, Materiais, Soluções Industriais, Tecnologias de Superfície, Nutrição e Care e Soluções para Agricultura. A BASF registrou vendas de € 63 bilhões em 2018. As ações da BASF são comercializadas no mercado de ações de Frankfurt (BAS) e como American Depositary Receipts(BASFY) nos Estados Unidos. Para mais informações, acesse: www.basf.com/br

Foto:Divulgação