1ª etapa do Casa Joseense beneficia cerca de 800 famílias

O programa Casa Joseense, lançado pela Prefeitura de São José dos Campos neste sábado (19), atendeu cerca de 800 famílias que compareceram ao Centro da Juventude com o objetivo de alcançar o sonho da casa própria.

Ao todo, 1.531 famílias foram chamadas para a primeira etapa do programa, que tem por objetivo viabilizar a aquisição da moradia própria de interesse social por meio de aportes e subsídios da Administração e do governo federal.

No pavilhão do Cejuv foram montados três grandes estandes com oportunidades, além de um grande balcão de atendimento e encaminhamento.

Vando de Lima, 47 anos, foi um dos cidadãos que receberam as cartas-convite para o evento. Morador do Bosque dos Eucaliptos, ele espera que a iniciativa municipal o auxilie a encerrar o período, até aqui, de 9 anos vivendo sob aluguel.

“A gente fica alegre em sair do aluguel e por ajudar mais minha família, porque o que eu pago de aluguel posso gastar com meus filhos. Isso é um sonho”, disse Vando.

Com a economia feita após o fim do aluguel, Vando de Lima espera investir mais na educação dos filhos. “Estou na luta, trabalho para cuidar dos meus filhos. Tem que continuar. Acho que vou sair (com a casa própria). Se depender de mim, vou conseguir”, afirmou.

Já Aparecida de Maria, 48 anos, vive com o filho de 20 anos e compareceu ao Cejuv para tentar dar fim a um tempo ainda maior de espera pela habitação própria. Depois de quase 25 anos no aguardo pela oportunidade, ela se mostrou cautelosa e prometeu, ainda na fila, verificar os valores e depois analisar o orçamento, tendo ciência que as vantagens oferecidas pelo programa vão facilitar as condições de compra do próprio imóvel.

O Casa Joseense oferece carta de crédito no valor máximo de R$ 5 mil e aporte financeiro até R$ 2.500 para isenção de impostos municipais, taxas cartoriais e bancárias.

Além disso, as famílias que aderirem ao programa poderão contar com subsídio do governo federal no valor de até R$ 42.200. Os beneficiados ficarão isentos do pagamento do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e da taxa de lixo durante cinco anos.

Etapas
O programa Casa Joseense foi criado por meio da lei complementar 604/2018, sancionada em abril deste ano e regulamentada pelo decreto 17.769/2018.

Na primeira etapa do Casa Joseense, foram chamadas as famílias inscritas no programa habitacional do município e enquadradas na faixa 1,5 do programa Minha Casa Minha Vida, com renda máxima de R$ 2.600.

Além disso, as pessoas que receberam a carta e foram ao Centro da Juventude foram as que tem cadastro ativo junto a Prefeitura há, no mínimo, quatro anos. Etapas futuras do programa serão divulgadas pelo site da Prefeitura.

Foto: Claudio Vieira/PMSJC
Gostou, Compartilhe!
Show Buttons
Hide Buttons